quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Batom Clinique

Oi, povo!!!
Feliz ano novo! Como foram de virada?
Então, esse post eu já tava cozinhando há algum tempo e agora eu desenterrei as fotos que tirei pra contar pra vocês a minha história com a Clinique.
Desde pequena eu vejo batons de embalagem prateadinha meio retrô no meio das maquiagens da minha tia, mas nunca soube de onde eram, só sabia que adorava passar. 
Depois veio a aborrescência e eu fui aprendendo a função de pós, blushes e cia ltda. e amei como a minha pele ficou toda lisinha e uniforme com o pó #3, que uma amiga da minha mãe trouxe pra ela de fora. Embalagem verdinha nunca mais saiu da necessária quando eu comecei a ganhar meus primeiros tostões.
Mas um batom Clinique pra chamar de meu eu nunca tinha tido, até que minha tia bondosa resolveu me dar um de presente.
Foi uma lufada de ar fresco pros meus lábios reféns de gloss.
É que depois da decepção mega que eu tive com batons Lancôme (dura pouco e resseca o lábio), parei de usar batom por um bom tempo. E confesso que fiquei receosa até mesmo com o Clinique.
Mas a surpresa foi ÓTIMA! 
O batom tem uma cor linda, nem matte, nem brilhoso demais, hidrata sem ser melequento e dura bastante sem impregnar e craquelar a boca. Lembra daquelas bocas das amigas da sua mãe que o batom saía do meio e pregava no contorno dos lábios dando uma impressão de mal tratada? Então, esquece isso (a menos que você esteja usando um batom Lancôme).
Minha cor preferida é um nude-cor-de-boca mesmo... Como meu cabelo está ruivo (há quase um ano diga-se de passagem) e eu adoro um blush e um olho um pouco mais carregado, não abuso do batom pra não ficar over. 
Então, fica a dica: batom Clinique é tudo de bom!


2 comentários:

  1. Os cremes 'anti age' são excelentes também. Recomendo!!!

    ResponderExcluir
  2. Batom Clinique é amor puro. Gosto de uns que mal dão cor, mas hidratam que é uma coisa...

    ResponderExcluir

Deixa sua roupa quarando com a gente!!!